.posts recentes

. Navegue no site oficial d...

. O meu ecoponto

. Red List - Espécies Ameaç...

. Quercus defende reutiliza...

. Centrais de dessalinizaçã...

. Relatório Anual do Sector...

. Um ano depois...

. Principais dados estatíst...

. Eco-eficiência

. Aventuras no Planeta das ...

.arquivos

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2006
Principais dados estatísticos dos serviços de águas e resíduos

Portugal é um país que pode genericamente dizer que dispõe já de serviços de abastecimento público de água às populações, de saneamento de águas residuais urbanas e de gestão de resíduos sólidos urbanos com qualidade aceitável. Se isto em termos médios é verdade, há ainda muitas situações a melhorar. Por essa razão o País deve continuar a fazer uma clara aposta estratégica no sector. Essa aposta deve ter como objectivo servir, de forma regular e contínua, a maior percentagem possível da população, com um elevado nível de serviço, a um preço eficiente e justo e dentro de uma perspectiva ambientalmente sustentável. Trata-se portanto de um sector em que muito se fez, especialmente nas últimas décadas, mas em que há ainda muito que fazer.

 

Para ilustrar o que é referido, na última década o país evoluiu em termos de cobertura da população de cerca de 80 para cerca de 92% em abastecimento público (sendo a meta de 95% em 2006), de cerca de 62 para cerca de 71% em saneamento de águas residuais urbanas (sendo a meta de 90% em 2006) e de cerca de 50 para cerca de 100% em gestão de resíduos sólidos urbanos (tendo sido a meta de 100% em 2001).

 

Também em termos da qualidade da água para consumo humano a situação evoluiu muito positivamente. Passou de 50,3 para 82,7% em termos de monitorização, ou seja, de análises realizadas face à legislação, sendo as principais análises em falta os parâmetros orgânicos e os metais. Passou de 95,8 para 97,9% em termos de cumprimentos dos valores máximos admissíveis, sendo os principais parâmetros em incumprimento os microbiológicos, o ferro e o manganês.

 

> In www.irar.pt

tags:
publicado por nelsonfq às 03:00
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds