.posts recentes

. Navegue no site oficial d...

. O meu ecoponto

. Red List - Espécies Ameaç...

. Quercus defende reutiliza...

. Centrais de dessalinizaçã...

. Relatório Anual do Sector...

. Um ano depois...

. Principais dados estatíst...

. Eco-eficiência

. Aventuras no Planeta das ...

.arquivos

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quinta-feira, 7 de Julho de 2005
Jill Tarter e a busca de inteligência extraterrestre

seti.jpg


Jill Tarter, a directora de investigação do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), sigla em inglês de busca de inteligência extraterrestre, fundado em 1984, já gastou quase meia vida à espreita no seu posto de vigia e comando, na esperança de captar um sinal artificial de microondas (com frequência inferior a 300 MHz) que demonstre a existência de uma forma de vida inteligente fora do Sistema Solar.


 


Este trabalho foi realizado no observatório de Arecibo, em Porto Rico, constituído pelo maior radiotelescópio do mundo, com um diâmetro de 305 m, formado por 38 778 painéis reflectores de alumínio, cuja missão é a recepção de sinais que demonstrem a existência de vida inteligente extraterrestre.


 


À razão de quase 15 mil sinais analisados por noite, a maior parte dos quais proveniente da própria Terra, e escrutinadas mais de mil estrelas dos quatrocentos mil milhões que povoam a nossa galáxia, o resultado tem sido, até agora, negativo.


 


O Allen Telescope Array (Califórnia), um grupo de antenas que equivalem a um telescópio com um hectare de superfície, irá ser utilizado para continuar o trabalho realizado no radiotelescópio de Arecibo, no âmbito do Projecto Phoenix, liderado por Jill Tarter.


 


Jill Tarter serviu de modelo a Carl Sagan para conceber a personagem central do seu romance Contacto, interpretado no grande ecrã por Jodie Foster.


 


Enquanto se espera que os extraterrestres dêem sinal, o próprio Homem já tentou uma aproximação. Em 1972, a sonda Pioner F levou para o espaço uma placa de alumínio revestida de ouro. Continha uma mensagem informativa sobre o ser humano e sobre a nossa posição no universo, dirigida a qualquer inteligência superior: imagens de um homem e de uma mulher nus e alguns dados. Em 1974, outra mensagem, transmitida a partir de Arecibo, foi enviada para o enxame de estrelas M13, na constelação de Hércules. Levará 25 mil anos até ao destino. Por outro lado, as sondas Voyager I e II foram lançadas em 1977 com um disco que contém dados sobre os nossos cérebros, fotografias e música (ver foto).


 


In "A Orelha de Jill", SUPER INTERESSANTE, 84, Abril 2005 



> Instituto SETI:
www.seti.org


> Colabore no projecto “SETI@home”, participando na busca de inteligência extraterrestre, através do software “BOINC” que analisa dados recolhidos pelo radiotelescópio: http://setiathome.berkeley.edu


 

publicado por nelsonfq às 14:31
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds