.posts recentes

. Navegue no site oficial d...

. O meu ecoponto

. Red List - Espécies Ameaç...

. Quercus defende reutiliza...

. Centrais de dessalinizaçã...

. Relatório Anual do Sector...

. Um ano depois...

. Principais dados estatíst...

. Eco-eficiência

. Aventuras no Planeta das ...

.arquivos

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Terça-feira, 5 de Julho de 2005
Os campos invisíveis do espaço

Em física, um campo não é outra coisa senão uma forma de descrever as características que possui o espaço que nos rodeia. Por exemplo, quando pomos um íman debaixo de uma folha de papel e deitamos limalhas de ferro por cima, estas dispõem-se de uma forma peculiar, e diferente de quando não existe íman por baixo. Esta experiência simples mostra que a presença do íman modificou as propriedades do espaço em volta da folha de papel, o que obrigou as limalhas de ferro, sensíveis a essas propriedades, a disporem-se de maneira diferente.


 


Diz-se, por isso, que o íman gera um campo magnético, uma modificação das características físicas do espaço que pode ser evidenciada usando materiais com as propriedades adequadas.


 


O mesmo sucede com a gravidade: o campo gravitacional é apenas uma modificação das propriedades do espaço que pode ser detectada por qualquer partícula que tenha massa, tal como nós.


 


In "Os Herdeiros de Einstein", SUPER INTERESSANTE, 87, Julho 2005

publicado por nelsonfq às 14:23
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds