.posts recentes

. Navegue no site oficial d...

. O meu ecoponto

. Red List - Espécies Ameaç...

. Quercus defende reutiliza...

. Centrais de dessalinizaçã...

. Relatório Anual do Sector...

. Um ano depois...

. Principais dados estatíst...

. Eco-eficiência

. Aventuras no Planeta das ...

.arquivos

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quinta-feira, 12 de Maio de 2005
Dia Meteorológico Mundial - 23 de Março

imp.gif 


O Dia Meteorológico Mundial (23 de Março) comemora a criação da Organização Meteorológica Mundial (OMM), agência especializada das Nações Unidas para a Meteorologia. Um dos grandes objectivos da OMM é trabalhar no sentido de uma importante redução da taxa de mortalidade associada aos desastres naturais de origem meteorológica, hidrológica e climática.



Para este ano, o tema escolhido para a comemoração do Dia Meteorológico Mundial foi “O Tempo, o Clima, a Água e o Desenvolvimento Sustentável”.


 


O desenvolvimento sustentável da sociedade baseia-se em três pilares essenciais: crescimento económico, desenvolvimento social e protecção dos recursos naturais e do ambiente.


 


Nos últimos anos, a sociedade tem mostrado maior preocupação pela degradação do ambiente associado ao desenvolvimento das sociedades. De facto, têm surgido novos problemas ambientais que ameaçam o desenvolvimento sustentável, tais como:


> o aumento da concentração na atmosfera de gases produtores do efeito de estufa,


> a rarefacção da camada do ozono estratosférico;


> a diminuição dos recursos de água doce;


> o aumento da poluição da atmosfera e da água;


> as alterações climáticas (fenómenos meteorológicos e climáticos extremos que incluem, por exemplo, os ciclones tropicais, as cheias, a seca e as vagas de calor em vários pontos do mundo).


 


Embora ninguém consiga controlar o tempo, a existência de observações rigorosas e de previsões com elevado grau de acerto, que permitam a emissão de avisos mais fiáveis sobre fenómenos de mau tempo, podem aumentar rapidamente as probabilidades das pessoas viverem em relativa segurança, construindo vidas mais confortáveis e protegendo com maior eficácia preciosos recursos naturais.


 


O Instituto de Meteorologia preparou as seguintes palestras sobre “O Tempo, o Clima, a Água e o Desenvolvimento Sustentável”:


 


 


» Clima, Variabilidade e Alterações Climáticas


 


> Estará o Clima a mudar?


A temperatura média global à superfície aumentou aproximadamente 0.6ºC (0.4 –0.8°C) desde o fim do século .XIX até ao presente. Em Portugal, desde a década de 1970, a temperatura média subiu a uma taxa de cerca de 0.5ºC/década, mais do dobro da taxa de aquecimento observada para a temperatura média mundial.


 


> Vigilância e a Variabilidade do clima?


Em Portugal, o aumento da temperatura média é acompanhado por uma alteração na frequência de dias muito quentes e por uma diminuição na frequência de dias muito frios. Nos últimos 25 anos verificou-se uma intensificação da frequência de secas, em particular nos meses de Fevereiro a Abril.


 


» Clima Urbano e o Desenvolvimento Sustentável


 


> O que é o TEMPO?


Tempo é um estado “instantâneo” da atmosfera e a sua evolução num período de tempo muito curto “dias”, num determinado local e descrita através de diferentes parâmetros: pressão, temperatura, humidade e vento.


 


> O que é o CLIMA?


Clima é o conjunto de todos os estados que a atmosfera pode ter num determinado local, durante um tempo longo, mas definido. Este intervalo de tempo durante o qual podemos dizer que existe um determinado tipo de clima é escolhido como “suficientemente longo”, em geral 30 anos.


 


> O que é o CLIMA URBANO?


Clima urbano é o resultado das interacções entre factores naturais e antropogénicos. A poluição do ar, os materiais de revestimento das cidades e as emissões de calor, associadas a causas naturais, provocam diferenças de clima entre as zonas urbanas e rurais.


 


> Qual a relação entre Clima Urbano e Desenvolvimento Sustentável?


Quando uma cidade se desenvolve, novos parâmetros são adicionados às características naturais para modificar o clima local e contribuir para a formação do clima urbano. O desenvolvimento das cidades deverá ser planeado de forma a limitar os impactos negativos dos factores naturais e antropogénicos. Dever-se-á, por exemplo escolher os locais estratégicos para construção de habitações, espaços verdes; as zonas industriais devem ser instaladas tendo em conta os ventos dominantes de modo a que a poluição emitida seja levada para longe das cidades e não na sua direcção. O que se enquadra no conceito de desenvolvimento sustentável.


 


 


» O Tempo e os Desastres Naturais


 


> A Vigilância Meteorológica é…?


- o acompanhamento permanente do estado da atmosfera e dos fenómenos que estão a ocorrer através dos meios de observação (estações meteorológicas, satélites, radares, sensores de descargas eléctricas, etc.);


- o acompanhamento da evolução dos fenómenos meteorológicos com base nos modelos numéricos de previsão da atmosfera e do mar;


- a elaboração de Boletins de Previsão e no caso de se prever uma situação meteorológica de risco, tais como precipitação forte, vento forte, situações extremas de calor ou frio, emissão de Aviso/Alerta Meteorológico.


 


> Como contribui a Vigilância Meteorológica para o Desenvolvimento Sustentável?


A emissão atempada de Boletins de Previsão e Avisos/Alertas para as autoridades de Protecção Civil e Autoridades Aeronáuticas e Marítimas contribui para a diminuição dos impactos dos fenómenos meteorológicos extremos.


 


In Instituto de Meteorologia > http://www.meteo.pt

publicado por nelsonfq às 17:05
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds