.posts recentes

. Navegue no site oficial d...

. O meu ecoponto

. Red List - Espécies Ameaç...

. Quercus defende reutiliza...

. Centrais de dessalinizaçã...

. Relatório Anual do Sector...

. Um ano depois...

. Principais dados estatíst...

. Eco-eficiência

. Aventuras no Planeta das ...

.arquivos

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005
METANO
O hidrocarboneto mais simples da série das parafinas de fórmula CH4. Incolor, inodoro e mais leve do que o ar, arde com uma chama azulada e explode quando misturado com o ar ou o oxigénio. É o principal constituinte do gás natural e ocorre igualmente no grisu das minas de carvão. O metano resultante da decomposição das plantas constitui o gás dos pântanos, que se pode incendiar por combustão espontânea, produzindo uma chama pálida, visível, por vezes, nas regiões pantanosas, designada por fogo-fátuo.

O metano provoca cerca de 38% do aquecimento do globo devido ao efeito de estufa. Comparativamente, o metano é 60 a 70 vezes mais poderoso do que o dióxido de carbono na retenção da radiação solar na atmosfera, de onde resulta o aquecimento do planeta. Cerca de 15% do metano existente na atmosfera é produzido pelas vacas e outros ruminantes.


A margem sul de Portugal e o Golfo de Cádis são ricos em metano sob a forma de hidratos devido à existência de vulcões, que expelem argila, que vem das profundezas da Terra carregada de gás metano. Outros locais onde existem vulcões ricos em metano são o mar Cáspio, o mar Negro ou o golfo do México. Ao longo das fracturas geológicas, o metano existente em profundidade, devido à pressão, acaba por ser expelido para a superfície, em conjunto com materiais argilosos. Os vulcões são, assim, uma manifestação da presença no subsolo de hidratos de metano, uma substância que resulta da combinação de moléculas de água com moléculas de metano, e que se encontra sob a forma de gelo. Os hidratos de metano são considerados como uma promissora fonte energética do futuro, pois o gás poderá explorar-se como hoje se faz com o gás natural. Mas a tecnologia para explorar os hidratos de metano ainda é rudimentar. Os especialistas procuram perceber como funcionam os depósitos de hidratos de metano por questões de segurança, porque estes depósitos podem criar instabilidade no fundo do mar, provocando grandes deslizamentos. Por outro lado, os hidratos de metano também poderão ter influência nas alterações climáticas da Terra. Se houver grandes variações no nível do mar e os depósitos ficarem a descoberto, podem libertar-se para a atmosfera quantidades significativas de metano, um dos gases responsáveis pelo efeito de estufa.


Artigo retirado da Biblioteca Universal da Texto Editores

publicado por nelsonfq às 16:30
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds