Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CURIOSO

O CURIOSO

24
Mar05

A energia das ondas

nelsonfq

Cada vez mais somos confrontados com a exigência de encontrar nas energias renováveis, uma alternativa real e fiável às formas convencionais de produção de energia eléctrica, responsáveis por sérias ameaças ao meio ambiente. As obrigações legais impostas pelas directivas comunitárias e pelo protocolo de Quioto, apenas reforçam esta necessidade.


O oceano contém enormes recursos energéticos, mas por se tratar de um meio extremamente adverso, em que se enfrenta a força das ondas e a corrosão da água salgada, torna-se numa das fontes de energias renováveis mais difícil de desenvolver.


A energia das ondas é definida pela energia total contida em cada onda e é a soma da energia potencial do fluído deslocado, a partir do nível médio da água, entre a cava e a crista da onda incluindo a energia cinética das partículas da água em movimento. Esta energia, resulta da força do vento exercida na superfície dos Oceanos.


Portugal foi um dos países pioneiros na investigação e desenvolvimento dos dispositivos de conversão da energia das ondas, pois desde 1977 que um grupo do Instituto Superior Técnico, se dedica a este tópico, grupo ao qual se juntou em 1983 um outro, do Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação (INETI). Segundo os investigadores nacionais, Portugal oferece as melhores condições para o aproveitamento da energia das ondas...a nossa costa é longa...a população encontra-se maioritariamente junto ao litoral, onde existem infra-estruturas de apoio portuárias, navais e também de transporte de energia eléctrica.


Artigo retirado do site http://2010.flmid.com


 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2005
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D